Participe do nosso site!
Login:Esqueci a senha
Senha:
 
Psicologia, Psicanálise e Desenvolvimento Humano
Constelação Familiar • Hipnose • Visualização Criativa
Terapia em Grupo e Individual • Presencial e pela Internet
Cursos • Workshops
Expediente
Página inicial
Apresentação
Currículo Profissional
Na mídia...
Fale Conosco
Cadastramento
Para Você...
Artigos
Mensagens para Reflexão
Ler e Assistir na Cama
Material de Apoio aos Livros
Exercícios
Atendimentos
Psicologia
Psicanálise
Florais de Bach
Consultório Novo Equilíbrio
Consultório Virtual
Grupo de Orientação

 

Tema: Artigos

Terapia de Casal - Você sabe como funciona?


terapia_de_casal

Muitas vezes um casal em conflito teme fazer terapia achando que acontecerá uma “lavagem de roupa suja” ou a troca de acusações em público.

Mas essa não é a essência do processo. Já atendi vários casais que puderam recuperar seu casamento após a terapia e sei o quanto ela é importante também para renovar um relacionamento.

Falemos um pouco sobre esse assunto, vamos desmistificar a terapia de casais pois tenho certeza de que esse papinho será útil a muitas pessoas.

Como funciona...

A Terapia de Casal precisa começar com ambos entendendo que aquela antiga forma de relacionar-se chegou a um ponto de esgotamento. Agora deve ser uma nova fase, a proposta é que as coisas sejam diferentes. É importante estabelecer esta disciplina do recomeço, pois um grande obstáculo para a reconstrução de um relacionamento são as lembranças negativas que foram cultivadas diariamente até chegar num ponto em que a convivência ficou insustentável.

Como ponto de partida, é preciso fazer uma avaliação honesta e sincera da vontade de recomeçar. Isto fará com que o casal reflita quanto à parcela de responsabilidade de cada um na relação, motivando mudanças.

Neste ponto, o que mais se ouve dizer é que a dificuldade no relacionamento é culpa do outro. O outro não me ouve, o outro me faz sentir tristeza e solidão, o outro não percebe os meus desejos, o outro não compreende o que eu faço, o outro me trata mal...

Acabam atribuíndo ao parceiro a responsabilidade pelo relacionamento, e dessa forma o que estão dizendo é que ficam a mercê das mudanças do outro para ficar bem nessa relação. Quem age assim, está perdendo o poder sobre seus pensamentos e sentimentos, como se fosse um mero objeto estático, recebendo toda a agressividade do meio.

Adotando o caminho oposto, isto é, tomando as rédeas da situação e assumindo sua parte de responsabilidade, podendo assim mudar o que vai mal. Esta recuperação do seu poder de SER não só o conduzirá a mudanças de pensamentos como também a mudanças de comportamento, levando a uma fase nova de descobertas do prazer de estar com o outro, sem cobranças, além de descobrir e ressaltar as virtudes de cada um, que acabaram por ficar escondidas.

Outro ponto forte da Terapia de Casal é propiciar o diálogo e o entendimento do que ambos estão querendo dizer. O terapeuta passa a ser um intérprete da linguagem de um e do outro, pois é comum o homem falar “A” e a mulher entender “B” e vice-versa.

Com o diálogo reestabelecido e saudável, grande parte do caminho de melhora na relação já ocorreu. Diálogo é fundamental para qualquer bom relacionamento e o entendimento traz cumplicidade e companheirismo.

Esses são alguns dos pontos mais importantes, mas a minha orientação para um resultado mais garantido de sucesso é não deixar acumular mágoas. Procurem ajuda o quanto antes, pois cada dia que passa dentro de um relacionamento ruim um abismo se abre entre o casal. O desgaste na relação acaba sendo inevitável e não surge o desejo de tentar uma mudança.

Dicas para um Bom Relacionamento

Algumas dicas simples mas eficientes para melhorar o diálogo:

1. Quando conversar fale sempre EU e nunca VOCÊ. Procure falar de seus próprios sentimentos e não do que o outro fez.

2. Ações e Reações não são causadas pelos outros, mas por algo dentro de nós mesmos.

3. Um bom relacionamento é baseado na troca verdadeira de sentimentos.

4. Não substitua sua raiva pela agressividade ou grosseria. Fale com carinho sobre o que realmente está te incomodando.

5. Não somos seres divinos, somos seres humanos. Não cobre do outro o que você mesmo não consegue fazer.

6. Aceite o outro como é e será aceito também. Estamos todos sempre num processo de aprendizado e evolução.

7. Não vamos adivinhar pensamentos, não vamos esperar que tomem a decisão que queremos, vamos simplesmente ser claros e objetivos. Perguntando e dizendo.

8. Tenha calma. Procure entender a mensagem que está sendo transmitida. Investigue o que o outro está querendo dizer antes de tomar qualquer atitude.

9. Ensaio e erro levam ao aprendizado, ao crescimento e ao amadurecimento. Errar é humano, mas persistir no erro é burrice. Por isso, vamos nos empenhar nas mudanças!

10. Querer impor nossas vontades ao outro e não deixar que o outro tenha seus póprios pensamentos e atitudes é atrapalhar o seu processo de aprendizado e amadurecimento.

11. Tocar o outro é essencial para estabelecer a segurança e a auto-estima. Toque, abrace, beije, fale, façam surpresas, peçam desculpas, aceite que errou e prometam mudar. E mudem mesmo, de verdade.

12. O sarcasmo, a censura, o enfado e os acessos de raiva podem ter a finalidade de punir, manipular e inibir. Vamos ser leais e controlados. Nada de provocar o outro.

13. Conscientize-se de que quando estiver faminto, zangado, solitário ou cansado existe perigo iminente e energia destrutiva à vista. Procure evitar essas condições através de exercícios, boa alimentação, relaxamentos e meditação, música suave, oração, boa leitura, falar o que sente, carinho e bom papo com pessoas que amamos e que nos amam.

14. Tensão excessiva distorce a realidade. Cuidado!!!!! Saiba que o stress provém de emoções reprimidas. Então fale mais de suas emoções, de seus pensamentos. Compartilhe.

15. Mente demasiadamente ativa e corpo insuficientemente ativo trás desequilíbrio. O sexo estimula liberação de hormônios da felicidade, libera tensões, aproxima o casal. Invente, tente, faça algo diferente! Mas que seja saudável e de comum acordo!

16. Resolva ser você mesmo e saiba que aquele que encontra a si mesmo, perde a tristeza, tem uma caminhada mais leve e a possibilidade de mudanças.

17. Os momentos de crise trazem novas oportunidades para mudar e crescer. Não acuse o outro e não se recrimine por essa situação, que com certeza é passageira.

18. Não deixe de resolver o que incomoda. Com carinho pontue o que aconteceu para que o companheiro se toque que “pisou na bola” e aceite aquilo como um presente, algo que proporciona consciência e possibilidade de mudança.

19. Não encerre um assunto nem muito cedo nem muito tarde. Procurem ceder um pouquinho cada um.

20. Ao falar e ouvir, saibam que o maior motivo da boa comunicação e do entendimento é o AMOR.

   Comentários
Nossos leitores já fizeram 2 comentários sobre este artigo:
 

De: Luciano Amaral (em 12/03/2011 - 13:05)
Erro de digitação.
Beth, nos meus comentários sempre faltam algumas letras ou as vezes elas estão indevidamente juntas em uma palavra e outra.

É que estou digitando em um lep top e também não tenho costume de rever o que escrevo e envio logo. Por isso peço perdão a todos!

Abração

De: Luciano Amaral (em 12/03/2011 - 13:00)
AMOR
Tem absoluta certeza que o melhor rémedio para tudo de ruim que existe em nosso planeta éo AMOR.

Melhor ainda se levarmos em nós todos os dias de nossa caminhada aqui na terrra, o AMOR INCONDICIONAL, serem felizes por toda eternidade.

Beth, mas uma vez parabéns!

Estou super feliz por me encontrar com o seu site, trabalhos, pensamentos, mensagens, ensinamentos enfim.

Era justamente o que eu buscava!

Abração.

Luciano.

INCLUA UM COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

• Para postar o comentário é necessário ser cadastrado no site e estar logado.


Mais tópicos relacionados:

ACONSELHAMENTO TERAPÊUTICO ON-LINE

Psiquiatria

Atitudes Transformadoras

Personalidade Construtora & Personalidade Destruidora

Desconstruções

Os problemas estão dentro ou fora de você?

Floral de Bach

Dicas para um Bom Relacionamento

Stress

Tensão Pré-Menstrual (TPM)

Dicas para deixar de fumar

Auto-Estima

Como está sua Auto-estima?

O Círculo Vicioso do Amor Imaturo

Repressão, Resistência e Ato Falho
Escondido, mas nem tanto...

Integração das Partes

Dinâmica das Partes

Esclarecimentos sobre Psicoterapia

Afirmações Positivas.......funcionam?

O Poder das Afirmações Positivas

Porque não comer carne?

As 5 Fases para a Realização do seu Projeto de Ano Novo

Dicas para o Controle de um Ataque de Ansiedade e/ou Pânico

Síndrome do Pânico

A Diferenciação das Consciências

Carência Afetiva, Autoestima e Simbiose nos Relacionamentos

Vítima eu ???

Forma-Pensamento

Constelação Sistêmica Familiar e Organizacional

Freud - A estrutura e a dinâmica da personalidade - Id, Ego e Superego

Autoconhecimento:
Fator Fundamental para o Sucesso!

A DOR DA SEPARAÇÃO - Enfrentando - Compreendendo - Superando

O LADO SOMBRA DA PERSONALIDADE

Complexo de Inferioridade, Aprofundamento e Reflexão

A Ansiedade e as Crenças

Razão e Emoção

Um Novo Olhar Sobre si Mesmo

Coaching ou Psicoterapia?

O Retrato da Vida na Terapia de Grupo

Dicas para deixar a Preguiça de lado e entrar em Ação

Psicoterapia é para quem Sabe o que Quer

O MAL-ESTAR NA CIVILIZAÇÃO

O Amor e os Relacionamentos

Grupo de Orientação Psicanalítica

Minha Vida Parou! - Reflexão e Exercício

Problemas no Relacionamento?! O que eu faço???

A Arte como Autoconhecimento

Qual é a Diferença entre Psiquiatra, Psicólogo e Psicanalista?


Novo Equilíbrio - Tel.: (11) 2605-3166 - E-mail: contato@novoequilibrio.com.br