Participe do nosso site!
Login:Esqueci a senha
Senha:
 
Psicologia, Psicanálise e Desenvolvimento Humano
Constelação Familiar • Hipnose • Visualização Criativa
Terapia em Grupo e Individual • Presencial e pela Internet
Cursos • Workshops
Expediente
Página inicial
Apresentação
Currículo Profissional
Na mídia...
Fale Conosco
Cadastramento
Para Você...
Artigos
Mensagens para Reflexão
Ler e Assistir na Cama
Material de Apoio aos Livros
Exercícios
Atendimentos
Psicologia
Psicanálise
Florais de Bach
Consultório Novo Equilíbrio
Consultório Virtual
Grupo de Orientação

 

Tema: Artigos

O Retrato da Vida na Terapia de Grupo


retrato da vida





"A paz não brota da ausência de conflitos, mas da disposição de enfrentá-los" – Dan Millman

A demanda pelo atendimento individual é grande, no entanto, o tratamento em grupo é muito benéfico para lidar com algumas questões específicas, como timidez excessiva, relacionamentos conflituosos, vários tipos de compulsões e dependências, entre outros temas, trazendo um resultado bastante positivo.

O que se vê mais frequentemente é o grupo de terapia associado a escolas, hospitais e postos de saúde, por ser uma maneira eficiente de atender uma grande quantidade de pessoas ao mesmo tempo, mas apesar de ser uma verdade, a terapia de grupo não tem somente esta finalidade ou essa especificidade, mas sim o maior benefícios desse tipo de trabalho psicoterapêutico é o de proporcionar aos participantes uma vivência particular que é a reprodução da "sociedade" dentro de um contexto apropriado, seguro, sigiloso, organizado e com o olhar e participação efetiva de um profissional para encaminhar as dificuldades de uma forma mas adequada e saudável emocionalmente.

Dessa forma o grupo que se forma pode ser sentido e vivenciado durante as sessões como um recorte do mundo real, ou seja, é um espaço onde as pessoas estão compartilhando suas vidas e as particularidades experimentadas e que acabam retratando sua forma de ser, pensar e agir no dia a dia, facilitando inclusive a percepção do terapeuta e do próprio paciente no contato com o outro, sempre com o intuito de transformação. Para ilustrar, podemos comentar sobre casos com crenças de incapacidade, onde por motivos diversos não se sentem capazes de realizar aquilo que desejam e isso pode ser visto dentro da terapia em grupo durante o convívio com os colegas que estão com um mesmo propósito e que acabam reproduzindo um contexto como o de trabalho, ou familiar, onde pessoas reunidas se relacionando colocam pensamentos, comportamentos e tomam atitudes que são reveladoras e importantíssimas para a percepção do problema e assim planejar uma mudança bacana.

Desse modo a possibilidade de entrar em contato com conteúdos e trabalhá-los em tempo real na situação de grupo é ampliada, assim como também aproveitar a situação em que há outras pessoas com as mesmas dificuldades ou que já conseguiram superar aquela mesma e exercitar novas ideias e propostas diferentes daquelas que estão sendo praticadas, mas que não estavam trazendo resultados e assim poder praticar alguma habilidade específica e ainda receber feedbacks não só do terapeuta, mas também de todo o grupo.

Outra característica positiva do trabalho psicoterapêutico em grupo, é adquirir mais experiência com situações-problema e perceber que outros também passam pelas mesmas dificuldades, uma vez que outras pessoas trarão suas histórias de vida e suas dificuldades para serem compartilhadas. Assim a terapia em grupo também torna-se um grande espelho onde um poderá ver no outro sua própria vida e aprender com cada experiência diferente da delas. Na situação de grupo, há também maior suporte para a solução dos problemas, uma vez que há diversas percepções diferentes que podem ser compartilhadas.

Grupos temáticos

Existem vários exemplos de grupos temáticos que podem ser muito eficazes e funcionais como: um grupo de emagrecimento, de fobia social (conhecida mais comumente como timidez excessiva), mulheres que amam demais ou relacionamentos conflituosos, etc.

Em um grupo de emagrecimento os integrantes podem compartilhar suas dificuldades e se autoajudarem contando como conseguiram superar, trocando dicas, receitas, sugestões, organizando atividades em conjunto, estimulando um ao outro, etc., além da intervenção psicoterapêutica que trará a reflexão e o entendimento dos motivos que levaram a obesidade e formas de mudar isso. Essa interação pode servir como um agente motivador entre os participantes, que poderão comemorar vitórias conjuntamente. Além do mais, é possível perceber os pensamentos automáticos mais corriqueiros que levam ao autoboicote e, nesse feedback, aprender com isso.

Em um grupo temático para trabalhar a fobia social, só o fato de estarem em um ambiente com outras pessoas e se exporem, já possibilita um treino de interação, bem como de trabalhar em tempo real todas as distorções, que são as falsas percepções dos fatos com base em crenças pessoais, e que será nítido e perceptível aos participantes como eles se parecem e sentem muito parecido uns com os outros do grupo, trazendo uma autoanalise maior individualmente. Assim em todos os grupos temáticos será possível um auxílio, uma percepção ampliada e uma intervenção positiva com maior agilidade.

É importante distinguir entre o que é grupo de apoio e grupo terapêutico. Em um grupo de apoio, como o próprio nome diz, há um suporte entre os próprios membros do grupo onde esses expõem suas dificuldades e conquistas, mas, não trabalham através da psicoterapia suas questões.

Em um grupo terapêutico, as questões que geram problemas e dificuldades são expostas, abordadas e trabalhadas através de técnicas adequadas de modo a corrigir a percepção distorcida, trabalhar as emoções que estão por trás das atitudes e assim refletir sobre possíveis mudanças.

Também é importante saber que o grupo de terapia não precisa ser fechado somente com temas, isto é, com pessoas com um único perfil a ser trabalhado, mas podem ser abertos a quem desejar participar o que enriquece muito cada sessão. São histórias variadas e percebemos como ocorre variação de desempenho, onde para uns uma questão é mais complicada de ser resolvida, enquanto para outros serão outras questões. Assim percebemos como todos os seres humanos são iguais apesar de suas diferenças e o quanto é importante vivermos em grupo para que aprendamos uns com os outros.

“Se vc quer um ano de prosperidade, cultive trigo. Se vc quer dez anos de prosperidade, cultive árvores. Se vc quer cem anos de prosperidade, cultive pessoas.”
Provérbio Chinês

   Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro a comentar este artigo!!
Os comentários são moderados, serão analisados pela nossa equipe antes da publicação.


Mais tópicos relacionados:

ACONSELHAMENTO TERAPÊUTICO ON-LINE

Psiquiatria

Atitudes Transformadoras

Personalidade Construtora & Personalidade Destruidora

Desconstruções

Os problemas estão dentro ou fora de você?

Floral de Bach

Dicas para um Bom Relacionamento

Stress

Tensão Pré-Menstrual (TPM)

Dicas para deixar de fumar

Auto-Estima

Como está sua Auto-estima?

O Círculo Vicioso do Amor Imaturo

Repressão, Resistência e Ato Falho
Escondido, mas nem tanto...

Integração das Partes

Dinâmica das Partes

Esclarecimentos sobre Psicoterapia

Afirmações Positivas.......funcionam?

O Poder das Afirmações Positivas

Porque não comer carne?

As 5 Fases para a Realização do seu Projeto de Ano Novo

Dicas para o Controle de um Ataque de Ansiedade e/ou Pânico

Síndrome do Pânico

A Diferenciação das Consciências

Carência Afetiva, Autoestima e Simbiose nos Relacionamentos

Vítima eu ???

Forma-Pensamento

Constelação Sistêmica Familiar e Organizacional

Freud - A estrutura e a dinâmica da personalidade - Id, Ego e Superego

Autoconhecimento:
Fator Fundamental para o Sucesso!

A DOR DA SEPARAÇÃO - Enfrentando - Compreendendo - Superando

O LADO SOMBRA DA PERSONALIDADE

Complexo de Inferioridade, Aprofundamento e Reflexão

A Ansiedade e as Crenças

Razão e Emoção

Um Novo Olhar Sobre si Mesmo

Coaching ou Psicoterapia?

O Retrato da Vida na Terapia de Grupo

Dicas para deixar a Preguiça de lado e entrar em Ação

Psicoterapia é para quem Sabe o que Quer

O MAL-ESTAR NA CIVILIZAÇÃO

O Amor e os Relacionamentos

Grupo de Orientação Psicanalítica

Minha Vida Parou! - Reflexão e Exercício

Problemas no Relacionamento?! O que eu faço???

A Arte como Autoconhecimento

Qual é a Diferença entre Psiquiatra, Psicólogo e Psicanalista?


Novo Equilíbrio - Tel.: (11) 2605-3166 - E-mail: contato@novoequilibrio.com.br